Os deslizes mais cometidos na internet

A segurança do patrimônio de uma empresa está intimamente ligada à garantia de que toda a informação gerada e armazenada no data center esteja protegida contra ataques de crackers, espionagem industrial, e até mesmo adulterações feitas por colaboradores insatisfeitos.

Na opinião de Adriano Filadoro, diretor de tecnologia da Online Brasil, cabe ao gerente de TI estar a par dos deslizes mais cometidos na internet e atuar junto à sua equipe para evitar a ação de ciberpiratas.

Conheça os sete pecados capitais da internet:

1.         Negligência. “Cuide para que um bom antispam, um antivírus e um firewall (ferramenta que controla o fluxo de informações que entram e saem de cada computador pertencente à rede) estejam devidamente ativados”.

2.         Indiscrição. “Jamais informe suas senhas para quem quer que seja, sob pena de se arrepender do vacilo assim que invadirem seus arquivos mais estratégicos ou sua conta bancária. O mesmo cuidado vale para os dados pessoais, como RG e CPF”.

3.         Ociosidade. “Use a internet com objetividade. Quem navega a esmo pode acabar atracando num ambiente nada seguro. Por mais que se fale, muitas pessoas continuam abrindo spams, fotos e vídeos anexados às mensagens de e-mail. Esse deslize pode levar à completa destruição dos dados”.

4.         Oportunismo. “Viagens gratuitas, crédito fácil, premiações… Nunca participe de sorteios desconhecidos nem acesse links de ofertas tentadoras. A chance de se tratar de uma armadilha para roubar dados e identidades é superior a 98%. Certifique-se de que todos na empresa adotem o mesmo comportamento”.

5.         Curiosidade. “Quando a curiosidade é mais forte que o bom senso, algumas pessoas acabam abrindo mensagens que trazem cenas inéditas de filmes, reportagens, fotos de acidentes etc. E o perigo se esconde inclusive no Twitter e nas redes sociais. Saiba que, por trás de todo esse ‘serviço de informação’, há uma quadrilha pronta para explorar as fraquezas dos mais desavisados. Eles invadem o computador de forma sorrateira para roubar senhas e dados confidenciais”.

6.         Infantilidade. “Quando se trata do uso da internet para fins pessoais ou profissionais, infantil ou ingênua é aquela pessoa desatenta, que não presta atenção aos e-mails que recebe, que não desconfia de nada ao receber inúmeros e-mails idênticos, fototorpedos, cartões ou charges de destinatários desconhecidos. Há mecanismos que se apropriam da sua lista de endereços para enviar vírus aos seus conhecidos. Cuidado”.

7.         Desperdício. “Por mais estável que esteja a situação financeira de uma empresa, ninguém deve descuidar da segurança virtual. Por isso, é importante sempre seguir regras e orientações do próprio banco nas movimentações online. Como é do interesse de todos, os bancos costumam deixar lembretes e advertências na página de abertura das homepages para que seus correntistas se previnam contra os mais recentes golpes”.

Fonte: Os deslizes mais cometidos na internet