Microsoft: O que é SOA e BPM

A capacidade de mudar e otimizar prontamente processos comerciais é a chave para a competitividade e crescimento organizacionais. A agilidade organizacional pode ser comprometida quando ativos de TI de suporte não podem responder de forma flexível às mudanças nas necessidades de negócios.

Liberar os recursos de TI dos silos de aplicativos e disponibilizar sua funcionalidade para toda a organização promove tanto a otimização de processos de negócios como a agilidade organizacional. SOA é uma abordagem de design que promove melhor alinhamento do TI com as necessidades corporativas, permitindo tanto ao TI quanto à empresa reagir e se adaptar rapidamente às novas e diferentes pressões e oportunidades de negócios.

O portfólio de SOA e Processos de Negócios da Microsoft inclui um amplo conjunto de ofertas que abrange Estratégia de Negócios, de TI e Fornecimento de Soluções. Esse portfólio oferece a profissionais de TI, arquitetos e desenvolvedores orientações, tecnologias e ferramentas para definir o escopo, criar, construir e manter soluções de SOA e Processos de Negócios. Ele também fornece software de produtividade pessoal que permite aos usuários corporativos dinamizar e otimizar processos de negócios de forma a aumentar a produtividade, baixar os custos e promover agilidade organizacional.



O que é SOA (Service Oriented Architecture – Arquitetura Orientada a Serviços)?

Departamentos de TI estão gerenciando portfólios cada vez mais complexos. Contudo, conforme as necessidades dos negócios mudam, esses departamentos ainda precisam assegurar que suas tecnologias continuem alinhadas com as metas comerciais. Deixar de fazer isso compromete a agilidade organizacional.

A orientação a serviços é uma abordagem a organizar recursos de TI distribuídos em uma solução integrada que desmembre silos de informação e maximize a agilidade dos negócios. A orientação a serviços separa os recursos de TI em módulos, criando processos de negócios do tipo “loosely coupled” e que integram informações entre sistemas de negócios. Cada recurso de TI, seja um aplicativo, sistema ou parceiro comercial, pode ser acessado como um serviço. Esses recursos são disponíveis através de interfaces; a complexidade surge quando os provedores de serviços diferem em seus sistemas operacionais ou protocolos de comunicação, resultando em inoperabilidade.

A orientação a serviços é um meio de integração em sistemas distintos. A orientação a serviços usa protocolos padrão e interfaces convencionais — geralmente serviços Web — para facilitar o acesso à lógica de negócios e às informações entre serviços distintos. O SOA fornece os princípios e a orientação transformar o conjunto existente de recursos de TI heterogêneos, distribuídos, complexos e inflexíveis de uma empresa em recursos integrados, simplificados e altamente flexíveis que podem ser alterados e compostos para apoiar mais diretamente as metas comerciais. O SOA, em última análise, permite o fornecimento de uma nova geração de aplicativos dinâmicos (às vezes chamados de aplicativos compostos). Esses aplicativos dão aos usuários finais informações mais precisas e abrangentes e percepção dos processos, assim como a flexibilidade de acessá-las na forma mais e fator de apresentação mais adequados, seja através da Web, de um cliente avançado ou dispositivo móvel.