Maioria das empresas será pressionada a investir em TI Verde

Levantamento defende que a TI participe das discussões com gestores de outras áreas para entender suas necessidades de negócio e criar maneiras para que a tecnologia os leve a tais objetivos de forma sustentável e ambientalmente consciente

As pressões dos investidores e de órgãos regulatórios para reduzir o impacto das mudanças climáticas farão com que pelo menos dois terços das companhias ao redor do mundo adotem medidas para mitigar riscos. As conclusões são de um estudo da consultoria Gartner, a qual recomenda que as organizações criem um plano estratégico para se tornarem mais verdes nos próximos cinco anos  e aconselha que o CIO sente à mesa com os líderes das áreas de responsabilidade social, sustentabilidade, suply chain (cadeia de suprimentos) e logística para estruturar e colocar em prática as diretrizes.

O levantamento constata que o crescimento da população e da competição pelos recursos naturais vão aumentar os desafios ambientais. Como as mudanças climáticas têm um forte impacto na operação das companhias, o instituto de pesquisas recomenda que as empresas concentrem mais esforços em programas para redução da emissão de gases estufa (EGE), com o uso de tecnologias apropriadas.

Na prática, isso significa que as companhias devem se preocupar com o uso mais eficiente de energia, de água, impressão de documentos, deslocamento de profissionais, infraestrutura de TI e materiais que danificam o meio ambiente, entre outras questões. É importante avaliar as atividades do negócio em toda a cadeia de suprimento para que as operações sejam sustentáveis. Veja a seguir algumas conclusões sobre o estudo do Gartner:

Negócios sustentáveis
Os planos de negócios para investimentos em novos projetos devem ser sustentáveis. Eles devem levar em consideração as questões de conformidade e ética, provar que o negócio tem eficiência, responsabilidade social, reputação, inovação, e que exploram as oportunidades de mercado com redução da emissão de dióxido de carbono (CO2).

Contribuição da TIC
A área de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) pode dar uma importante contribuição para os projetos ambientais em toda a organização. Para isso, o CIO deve sentar à mesa com os líderes de programas como de responsabilidade social, sustentabilidade, suply chain e logística.

É fundamental que a TI participe das discussões com os times de outras áreas para entender suas necessidades e como a tecnologia pode ajudar no processo. O Gartner observa que os projetos bem-sucedidos para economia sustentável que reduzem a emissão de CO2 são os elaborados com visão integrada da empresa. Por isso é necessário que TI e demais áreas trabalhem juntas nas iniciativas.