Governo brasileiro quer 4G nas cidades-sede da Copa do Mundo até 2014

A Copa do Mundo de 2014 deve acelerar a implantação no país da quarta geração da telefonia móvel (4G). Segundo o diretor do Departamento de Banda Larga do Ministério das Comunicações, Artur Coimbra de Oliveira, até o início do campeonato, prestadoras de serviços de telecomunicações nas 12 cidades-sede já devem oferecer ao público a nova tecnologia.

Oliveira disse hoje (2) que a implantação da telefonia celular 4G é um dos legados que a Copa deixará para o país. Por isso, o Ministério das Comunicações e a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) trabalham para acelerar as licitações para a oferta dessa tecnologia.

“A Anatel deve licitar o primeiro lote de 4G em abril de 2012”, estimou Coimbra, que participou de um debate sobre telecomunicações promovido pela Câmara Americana do Comércio Brasil-Estados Unidos. “Queremos que, pelo menos, 80% das áreas das regiões metropolitanas de todas as cidades-sede estejam cobertas por redes 4G”.

O nova tecnologia já deve estar disponível na Copa das Confederações, em 2013. O torneio preparatório para o Mundial pode ter até nove cidades-sede e boa parte delas já deve contar a telefonia 4G. “Mas isso não é garantido”, ressalvou Oliveira. Para ele, a oferta da 4G vai marcar a equiparação do Brasil com países de ponta no que diz respeito à telefonia. Pela primeira vez, disse ele, uma nova tecnologia de telecomunicação será implantada no país ao mesmo tempo que está sendo implantada nos países mais desenvolvidos do mundo.

fonte: Governo brasileiro quer 4G nas cidades-sede da Copa do Mundo até 2014