Gartner: empresas se focam em TI verde

O Gartner, fornecedor de pesquisa e aconselhamento sobre tecnologia, aponta que, apesar da redução de gastos em todos os projetos de TI causada pela recessão, a maioria das organizações manterá a prioridade dos Projetos de TI Verde.

No último mês de dezembro, o instituto consultou 620 profissionais sobre os programas de TI Verde de suas organizações. Um número significativo, particularmente nos Estados Unidos e no Brasil, prevê redução na prioridade dos projetos verde em 2009. Entretanto, na maioria dos casos, como na Europa e na região da Ásia/Pacífico, a recessão não mudará ou aumentará a prioridade dos projetos de TI verde.

O Gartner também perguntou às organizações que tinham um orçamento de gastos de capital específico para TI Verde (22% dos pesquisados), que proporção do gasto de capital total isso representava. No geral, mais de um terço dos pesquisados (46% na Europa, 38% na região Ásia/Pacífico e 36% nos Estados Unidos) previam gastos acima de 15% de seus orçamentos de tecnologia em projetos de TI Verde.

Apenas 60 organizações (10% dos pesquisados) não tinham nenhum projeto de TI Verde quando foi feita a pesquisa. Com exceção da região Ásia/Pacífico, a maioria das organizações que não tinham estes projetos previa que a questão seria analisada. O estudo revelou que 40% dos pesquisados nos Estados Unidos e 58% na Europa tinham a intenção de lançar projetos no futuro, contra 15% dos pesquisados na região Ásia/Pacífico.