Copa e Olimpíadas gerarão R$ 100 bi de investimentos

Empresas do setor estão comprometidas com os projetos do governo de ampliação do acesso à internet em banda larga

O setor de telecomunicações precisará investir R$ 100 milhões nos projetos ligados à Copa do Mundo de 2014 e às Olimpíadas de 2016, segundo projeção do presidente da Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústria de Base (Abdib), Paulo Godoy. Ele se encontrou na quarta-feira (26/01) com o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo.

Godoy assegurou ao ministro que as empresas do setor estão comprometidas com os projetos do governo de ampliação do acesso à internet em banda larga. “Levar o acesso das comunidades carentes à internet é importante para o próprio desenvolvimento do país e tem efeito fundamental na educação”. De acordo com o presidente da Abdib, todos os países emergentes veem a necessidade de oferecer acesso à rede mundial de computadores como fator de desenvolvimento.

Além disso, o setor de telecomunicações cria muitas oportunidades de serviços. Para Godoy, os investimentos nessa área “não podem vir só do setor público. Muita coisa é financiada pelo próprio mercado e pelo consumidor”. Um dos exemplos dessa expansão dos investimentos é a implantação de uma nova linha de fibras óticas submarinas ligando o Brasil aos Estados Unidos, ao custo de US$ 500 milhões.

Paulo Godoy discutiu com o ministro Paulo Bernardo a utilização da estrutura de distribuição de energia elétrica já existente para expansão da rede de fibras óticas do setor de telecomunicações. O próprio Ministério das Comunicações já teria apontado esta como uma alternativa para a expansão da oferta de internet rápida no Brasil.

fonte: Copa e Olimpíadas gerarão R$ 100 bi de investimentos