Como traçar uma carreira de TI em saúde

Tanto diplomas universitários quanto certificado de treinamento são valiosos, mas você deve pensar estrategicamente ao escolher uma dessas opções

Não há fim para o debate sobre a melhor maneira de entrar em TI em saúde. Uma das questões mais controversas que os candidatos a emprego enfrentam é o diploma universitário Vs certificado de treinamento. Dito de outra forma: você acredita estar mais apto a assumir uma posição – se melhor qualificado para trabalhar em saúde – se tiver um mestrado na área ou participação em um programa mais curto de certificação?

Os estudantes com quem conversei que estão matriculados em programas de mestrado em universidades consagradas têm muitos comentários positivos sobre o que aprenderam. Mas alguns também se queixam de que há muita teoria e conceituação de alto nível, e não aulas práticas o suficiente.

Com essas preocupações em mente, conversei recentemente com Michael Shannon, um especialista em segurança e consultor de TI, que fez um monte de treinamento em TI, incluindo o trabalho de curso para o CBT Nuggets, que oferece programas de treinamento para preparar as pessoas para os exames de certificação em uma variedade de áreas de TI.

Um de seus projetos mais recentes é um programa para preparar os candidatos para o exame técnico CompTIA Healthcare IT, o que pode ajudar alguns novatos a dar o seu primeiro chute na porta. Para passar no exame você deve saber o básico em TI, como a diferença entre XML e HTML, e entender siglas como DNS, DHCP e FTP. Mas ela abrange também áreas específicas de saúde, incluindo cuidados de saúde e segurança, operações de negócios médicos e a longa lista de regulamentos que se aplicam nesta área.

Este treinamento pode ajudar os alunos a lidar com as seções do exame técnico HIT que inclui desde a cobertura CID10 – o mais recente sistema de codificação de faturamento médico – até os vários tipos de software clínicos, inclui-se EHRs, PACS e CPOE. No plano regulamentar, familiarizado com o recém chegado HIPAA, Meaningful Use e importantes siglas como ONC (Gabinete do Coordenador Nacional de TI em Saúde), CMS (Centros de Serviços Medicare e Medicaid) e ARRA (Recuperação e Reinvestimento Americano).

Na opinião de Shannon, “se eu fosse umjovem querendo entrar no mercado de TI em saúde, provavelmente iria ignorar o sistema universitário e tentar obter uma certificação de treinamento online”. Isso não é surpresa vindo de alguém que ministra cursos de treinamento pela internet, mas a razão de Shannon faz um certo sentido. O sistema universitário pode ser muito lento na adaptação ao ritmo acelerado, o mundo sempre em mudança de tecnologia. Leva tempo para obter um currículo de mestre aprovado e identificar os melhores livros didáticos, Shannon ressaltou.

Programas de certificado em treinamento, por outro lado, são mais ágeis e, muitas vezes, têm uma abordagem modular que permite substituir rapidamente sessões de instruções obsoletas com materiais novos. Claro, programas menores não são para qualquer um.

Concedido, um programa de certificação tende a ser melhor para alguém que precisa entrar no mercado rapidamente, permitindo-os começar rapidamente em um trabalho de implementações de EHR, seja como consultor ou parte de uma equipe de implantação. Mas um programa de mestrado, embora possa demorar mais tempo para ser completado, oferece um escopo mais amplo, que é por isso que pode ser mais apropriado para os gestores que estão envolvidos com a supervisão de saúde, mas não precisa se envolver com implantação real.

Não há um caminho de sucesso para os profissionais de TI em saúde. Fazer treinamento com empresas como a TestOut, CBT Nuggets, DEC Solutions, a Sociedade Americana de Gestores de Saúde de Informática (Ashim) ou em uma grande universidade só vai ser parte do caminho até lá.
Igualmente importantes são as certas habilidades de entrevista – normalmente uma mistura de autoconfiança e humildade. Da mesma forma, candidatos a emprego devem não só estar a par dos últimos desenvolvimentos técnicos, mas também se manter atualizado sobre a política de HIT. É a combinação da formação, personalidade e insights da indústria que vão transformar o ainda novato em um veterano.

fonte:Como traçar uma carreira de TI em saúde