Categoria: TI Verde

Por que a TI verde não é suficiente para cortar custos com energia?

Os devem prestar atenção a todos os processos que envolvem o consumo energético dentro das organizações se quiserem resultados efetivos

Gordon Katz, diretor de TI, estima que quando os monitores do escritório de advocacia Porter, Wright, Morris & Arthur estão em modo ‘stand by’, ele poupa para a sua empresa eletricidade suficiente para iluminar por um ano o estádio do time de futebol norte-americano Cleveland Browns. No entanto, ele não sabe quantificar essa economia em dinheiro. Continue lendo

Greenpeace divulga lista das empresas mais verdes

A Nokia continua liderando o ranking de empresa mais verde do mundo. Esse foi o dado da  15ª edição do “Guide to Greener Electronics”, relatório trimestral feito pelo Greenpeace que indica as companhias de eletrônicos ecologicamente corretas e as não tão corretas também. A empresa subiu dois décimos em relação à versão anterior, com 7,5 pontos numa escala de  0 a 10. A colocação deu-se graças ao  avanço no seu compromisso em retirar substâncias tóxicas de seus produtos, como os compostos de bromo e trióxidos de antimônio. Continue lendo

TI Verde: como empresas brasileiras se adequam ao tema

A área de tecnologia da informação começa a lidar com demandas impostas pela preocupação com a sustentabilidade ambiental

Reduzir o consumo de energia elétrica, o uso de papel e o gasto de combustível; estimular a adoção de produtos com materiais não tóxicos; ajudar a medir os impactos globais da atividade produtiva; inventar novas formas de trabalhar que beneficiem os negócios e o planeta. Tudo isso faz parte da nova demanda dos CIOs, empenhados cada vez mais em integrar o repertório da sustentabilidade ambiental à base das suas estratégias de investimentos em TI. Continue lendo

Eficiência energética: tesouro escondido nos departamentos de TI

As iniciativas ‘verdes’ precisam estar atreladas com benefícios financeiros para as empresas

Uma das alternativas para os departamentos de tecnologia da informação driblarem orçamentos cada vez mais reduzidos é investir na eficiência energética. Hoje, tecnologias como virtualização, otimização do armazenamento, produtos com selo Energy Star, soluções de gerenciamento de energia, entre outros, têm o potencial de reduzir o consumo energético imediatamente, sem ter de aguardar o temido retorno sobre o investimento (ROI). Continue lendo

TI Verde: As tecnologias que tornam verde a TI

Quando chega a hora de aplicar de verdade a TI verde, alguns produtos e serviços põem a estratégia em prática: CPUs multicore, virtualização, consolidação de servidores e documentos online.

Fazer uma pesquisa no Google gera 7 gramas de CO2 na atmosfera. O mesmo que ferver um bule de chá. O cálculo feito pelo físico americano Alex Wissner-Gross, da Universidade de Harvard, claro, é contestado pelo Google. A empresa retruca dizendo que cada consulta gera 0,2 g de CO2. A polêmica fica ainda maior por envolver a gigante da busca, e dá uma boa idéia da importância prática da TI verde.

Continue lendo

Com Obama, TI verde tem oportunidade histórica

Discurso ecológico e aposta em tecnologias limpas: Obama sinaliza com investimento recorde em TI verde

A posse de Barack Obama como presidente dos Estados Unidos abre a perspectiva das tecnologias verdes receberem o maior investimento de todos os tempos.

Desde a campanha eleitoral, quando bateu duro na dependência americana do petróleo, até o discurso da posse, quando incluiu uma referência ao mau uso de energia pelas famílias e fábricas americanas, o novo presidente dos Estados Unidos sinaliza com investimentos inéditos em tecnologias limpas e TI verde. Continue lendo

Maioria das empresas será pressionada a investir em TI Verde

Levantamento defende que a TI participe das discussões com gestores de outras áreas para entender suas necessidades de negócio e criar maneiras para que a tecnologia os leve a tais objetivos de forma sustentável e ambientalmente consciente

As pressões dos investidores e de órgãos regulatórios para reduzir o impacto das mudanças climáticas farão com que pelo menos dois terços das companhias ao redor do mundo adotem medidas para mitigar riscos. As conclusões são de um estudo da consultoria Gartner, a qual recomenda que as organizações criem um plano estratégico para se tornarem mais verdes nos próximos cinco anos  e aconselha que o CIO sente à mesa com os líderes das áreas de responsabilidade social, sustentabilidade, suply chain (cadeia de suprimentos) e logística para estruturar e colocar em prática as diretrizes. Continue lendo

Pense bem antes de imprimir

impressora-1.jpg

Quando for imprimir um documento, especialmente e-mails, analise bem a necessidade desta ação antes de apertar o botão da impressora. Lembre-se que papel, tinta e energia estarão sendo gastos durante o processo e que, muitas vezes, os textos são lidos e jogados fora logo em seguida.

Para evitar esse desperdício, confira aqui algumas dicas para não imprimir sem necessidade:

  • Se sua intenção é ter um arquivo inalterável, use um simples arquivo PDF em vez de imprimir;
  • Use certificação digital em vez de assinar o documento;
  • Use e-mail, em vez de fax;
  • Quando realmente precisar usar um fax, tenha na sua empresa um servidor de fax – é mais econômico, seguro e flexível, já que o “fax” fica como uma foto e pode ser enviado para seu e-mail.
  • Use uma Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) em vez da nota convencional (ao menos nas cidades onde a prefeitura já liberou o uso).

Fonte: Pense bem antes de imprimir