Categoria: Firewall

Por que a TRIPLETECH escolheu o Fortinet Fortigate como sua principal solução de segurança para Firewall e UTM?

Por que a TRIPLETECH escolheu o Fortinet Fortigate como sua principal solução de segurança para Firewall e UTM?

É muito comum nas empresas provedoras de soluções de TI, a escolha de determinados produtos a serem ofertados, baseada em estratégias e benefícios estritamente comerciais, os quais em algumas situações estão totalmente desconectados dos resultados técnicos e satisfação plena do cliente na entrega do projeto.

Na TRIPLETECH temos uma visão diferenciada, e pensando na responsabilidade de associar a corporação a uma marca de peso e um produto que atenda as expectativas de nossa equipe de engenharia e clientes,  escolhemos o FORTINET FORTIGATE como nossa principal solução de segurança na camada de Firewall e UTM pelos seguintes motivos:

1)      Existe um appliance que se encaixa perfeitamente para cada tipo de cliente. Exemplos:

  • Cliente X com 10 usuários na rede   = Fortigate 20C ou Fortigate 40C
  • Cliente Y com 60 usuários na rede   = Fortigate 60C
  • Cliente Z com 100 usuários na rede = Fortigate 80C ou Fortigate 100D
  • Cliente A com 500 usuários na rede = Fortigate 310C ou 311B
  • Cliente B com 2000 usuários na rede = Fortigate 1240B

2)      Redundância de link de Internet:

  • Praticamente todos os appliances Fortinet, a partir do FG-40C, o qual já tem um custo bem reduzido, possuem duas interfaces wan, capazes de atender a tão desejada redundância de Internet com vários tipos de métodos de autenticação (DHCP, Ppoe, IP fixo).

3)      Alta Disponibilidade:

  • A palavra cluster geralmente está associada a altos investimentos, não é o caso dos appliances Fortinet Fortigate. Desde os modelos menores já é possível se beneficiar da HA apenas utilizando um segundo equipamento idêntico ao principal, podendo atuar em modo Ativo/Ativo ou Ativo/Passivo.

4)      Administração Amigável:

  • Tela de gerenciamento extremamente amigável e intuitiva ou sopa de letrinhas via linha de comando? Você escolhe ! ! ! !  Com o Fortinet Fortigate ambos os métodos de administração são ricos e funcionais.

5)      Pesquisas Mundiais Comprovam:

Autor:
Marcelo Oliva

Tripletech IT Solutions
FCNSP / FCNSA / FCSA

FortiGate 310B não deixa sua empresa travar

Appliance Fortinet tem antivírus e filtro centralizados, mas não empaca o departamento

 

Passar por um monte de regras de firewall dentro de uma empresa média ou grande não é uma tarefa instantânea mesmo para usuários autorizados. Principalmente numa companhia cheia de políticas de segurança. Os destaques do appliance FortiGate 310B, da Fortinet, são dois tipos de chips dedicados que desempacam a rede exatamente nessas horas — um faz gerenciamento de tráfego, outro é responsável pela análise do conteúdo. Continue lendo

Mozilla paga 40.000 dólares por falhas de sistema encontradas

A empresa está oferecendo até US$3.000 por cada falha de segurança encontrada em seus sistemas e aplicações

No mês passado, a Mozilla ofereceu recompensas por erros encontrados em seus sites e aplicações. O sistema deu tão certo que a empresa resolveu estender a temporada de “caça aos bugs“, chegando a oferecer até US$3.000 por cada vulnerabilidade relevante encontrada. Continue lendo

Fortinet anuncia contratação de novo executivo de vendas

A Fortinet – provedora de segurança de rede e soluções de Gestão Unificada de Ameaças (UTM) – anunciou a contratação de Flavio Henrique Davinicomo executivo de vendas, responsável por novos negócios e relacionamento com os clientes. Entre suas missões, está a de expandir a presença da Fortinet nas grandes empresas do estado de São Paulo e da região sul do País.

Na carreira, Davini acumula passagens por empresas como a Trend Micro, ICSA (International Computer Security Association) e McAfee. É graduado e análise de sistemas pela Universidade São Francisco e pós-graduado em marketing e gerenciamento de produtos e serviços pela Escola BSP – Business School – Marketing Avançado.

fonte: Fortinet anuncia contratação de novo executivo de vendas

Firewalls são vulneráveis e não impedem ataques às redes

A maioria das organizações obtém um retorno inadequado dos seus investimentos em firewalls, revela estudo da IDC, patrocinado pela Mcafee. As conclusões são apresentadas no estudo intitulado “O estado das atuais dificuldades de gerenciamento de firewalls”, que afirma que um número cada vez maior de ataques às redes, combinado com a quantidade crescente de conjuntos de regras, contribuem para o alto custo de operação de uma arquitetura de firewall, além da falta de eficácia contra as vulnerabilidades.

“A pesquisa mostra que o gerenciamento de firewalls é uma das maiores dificuldades em segurança da informação enfrentadas pelas organizações atualmente”, afirma Charles Kolodgy, diretor de pesquisa da IDC. “Quanto mais regras são inseridas no firewall, mais difícil fica gerenciá-lo, tornando-o cada vez menos eficaz. Essas regras não protegem a organização com mais eficiência, mas o melhor gerenciamento delas e a melhoria da tecnologia de firewall sim”, reforça.

A IDC entrevistou 260 gerentes de segurança e executivos de TI nos Estados Unidos e na Europa, concluindo que muitos firewalls antigos dependem de incômodas regras técnicas que complicam a capacidade das organizações de auditar e controlar as exigências de conformidade.

Com isso, as organizações arcam com custos mais elevados de mão de obra, pois precisam dedicar funcionários à atualização das regras de firewall ou à identificação de problemas de acesso ou disponibilidade. Além disso, muitos ataques à rede geram violações de dados, fazendo com que as organizações arquem com custos elevadíssimos na tentativa de recuperá-los.

“Existe uma enorme defasagem entre o firewall tradicional e o nível de proteção exigido pela maioria dos ambientes corporativos”, ressalta Greg Brown, diretor-sênior de Marketing de Produtos de Segurança de Rede da McAfee.

“Os firewalls devem oferecer recursos abrangentes de segurança sem aumentar a complexidade. Além disso, o gerenciamento de regras deve ser simplificado e fiscalizar o cumprimento das políticas reais de segurança de negócios para que as organizações se beneficiem ao máximo”, completa.

Os resultados da pesquisa apontam ainda que:

– A empresa média sofre aproximadamente 300 ataques à rede por ano, ao passo que 10% das organizações já sofreram mais de 1.200 ataques por ano;

– Entrevistados indicaram que os prejuízos causados por violações de dados valeram mais de 75% dos seus custos de operação de arquiteturas de firewall;

– Quem possui grandes conjuntos de regras de firewall admite que o gerenciamento dessas regras reduz a agilidade em sua área de negócios; e

– As regras de firewall continuam aumentando ao ponto de chegar a milhares ou dezenas de milhares. Quanto maior for o conjunto de regras de um firewall, mais complexo será o gerenciamento dessas regras e mais difícil será mantê-las atualizadas e evitar lacunas de proteção;

O white paper multimídia “O estado das atuais dificuldades de gerenciamento de firewalls”, na íntegra, pode ser baixado em: www.mcafee.com/fwmgmtiview

fonte:Convergência Digital